Carta para o Ano Novo

Querido Ano Novo,

Eu mal pisquei os olhos, e você já chegou outra vez. Obrigada por vir!

Eu gosto quando você vem, porque você enche o meu coração de esperança! Esperança de dias melhores, de mais gentileza, mais bom humor, menos estresse no trânsito. Esperança de mais educação, mais solidariedade e de líderes mais humanos. Esperança de ter mais energia para a vida e menos crises de enxaqueca.

Ah, como eu adoro aquela vontade única que você me desperta de dar uma geral no meu armário e deixar só aquilo que eu realmente preciso, que tem a minha cara. De limpar os arquivos da área de trabalho do meu computador. Vontade súbita de me renovar (talvez até pintar o cabelo, por que não?) e finalmente concretizar meu velho projeto de vida que você com certeza já conhece. Você me desperta uma sensação de poder, sabe? Me lembra que eu consigo sim emagrecer aqueles quatro quilos que eu tô devendo desde 2015. Do meu jeito e no meu tempo, se eu quiser. Porque se eu não quiser fazer isso agora, paciência! Sim, você também aflora meu senso de prioridade. Me mostra que eu sou uma pessoa bacana, capaz de se superar a cada dia e que deve buscar seus próprios caminhos para a felicidade. Aliás, você esfrega na minha cara que isso cabe somente a mim. Me estimula a tentar ser mais leve e mais assertiva nas minhas decisões, pra poder me lembrar de você com orgulho pelo que você representou na minha vida! Me faz querer vestir branco e festejar as novas oportunidades que você me traz. Oportunidades pra fazer diferente e melhor.

Se não for pedir muito, por favor seja intenso em realizações, amor, sorrisos e viagens, mas não seja tão apressado, pois eu não tenho muita afinidade com o tempo. Sou mais lenta, um tanto quanto nostálgica (confesso que essa sua velocidade me assusta um pouco). Mas também não precisa ser tão gentil a ponto de eu me acomodar, ok? Às vezes eu preciso mesmo de uma forcinha pra tirar os planos do papel. Nem tanto ao céu, nem tanto à terra, por gentileza. Complexa eu, né? Ainda bem que nós já somos velhos amigos. 🙂

No mais, Ano Novo, seja muito bem-vindo! Espero que você seja tão bom que me faça querer vê-lo sempre novo e de novo, a cada ano.

Lembranças ao Ano Velho.

Um abraço,

Luisa

1Comment
  • Maria Cristina Rotsen de Melo
    Posted at 15:01h, 28 dezembro Responder

    Singelo e simples!
    Objetivo como a autora!

Post A Comment